AMOXICILINA POR 3 OU 5 DIAS NO TRATAMENTO DE PNMs COM DIFICULDADE RESPIRATÓRIA

Autores: Amy‑Sarah Ginsburg, M.D., M.P.H., Tisungane Mvalo, M.M.E.D., Evangelyn Nkwopara, M.S., Eric D. McCollum, M.D., Melda Phiri, M.B., B.S., Robert Schmicker, M.S., Jun Hwang, M.S., Chifundo B. Ndamala, Dip., Ajib Phiri, M.D., Norman Lufesi, M.Phil., and Susanne May, Ph.D.

Fonte: New England Journal of Medicine, v. 383, n. 1, p. 13-23, 2 de Julho de 2020 

Introdução: A cada ano, aproximadamente 920.000 crianças morrem de pneumonia antes de completarem 5 anos de idade. Proporcionar maior acesso e duração apropriada do antibiótico é importante para garantir um tratamento eficaz. Reduzir a duração da terapia maximiza a adesão, minimiza custos, efeitos adversos de medicamentos e resistência antimicrobiana. 

Objetivo: Avaliar as evidências sobre a duração adequada do tratamento com antibióticos em crianças com pneumonia em locais de poucos recursos na África.

Métodos: Estudo prospectivo duplo-cego, randomizado, controlado, de não inferioridade, em Lilongwe, Malawi, para determinar se o tratamento com amoxicilina por 3 dias é menos eficaz do que o por 5 dias em crianças de 2 a 59 meses de idade, não infectadas com HIV, que têm pneumonia com esforço respiratório.

Resultados: Um total de 3000 pacientes foram submetidos à randomização. A falha do tratamento ocorreu em 5,9% no grupo de 3 dias e em 5,2% no grupo de 5 dias - um resultado que satisfez o critério de não inferioridade do regime de 3 dias ao de 5 dias. Entre as crianças com dados do 14o dia disponíveis, 12,5% no grupo de 3 dias e 10,8% no grupo de 5 dias tiveram falha no tratamento no dia 6 ou recidiva no dia 14. A porcentagem de crianças com eventos adversos graves foram semelhantes nos dois grupos.

Conclusões: Em crianças malauianas não infectadas com HIV, tratamento com amoxicilina em pneumonia com esforço respiratório por 3 dias não foi inferior ao tratamento por 5 dias.

Comentário: Já faz um bom tempo que tratamos crianças com PNM comunitária sem derrame pleural, internadas ou não com 5 dias de amoxacilina. A redução dos dias de tratamento para pneumonia com esforço respiratório facilita na adesão e possibilita redução de custos. Este estudo ainda não permite a ampla realização na prática clínica do tratamento por 3 dias, uma vez que não foi avaliado a etiologia da pneumonia. Tendo em vista que a maioria das PNMs nos 5 primeiros anos de vida são de etiologia viral espera-se que estes pacientes irão melhorar com 0, 3 ou 5 dias de ATB. WRF

Natália Nicolai Gomes