ANTICORPOS MONOCLONAIS CONTRA RECEPTOR DA IgE PREVINE ANAFILAXIA

Autores: Marat V. Khodoun, PhD | Suzanne C. Morris, PhD | Elizabeth Angerman, BS,b Crystal Potter, BS |Richard Schuman, PhD Wunderlich, MS |Joseph J. Maciag, PhD |Kathryn C. Sullivan Locker, BA |James C. Mulloy, PhD | Andrew B. Herr, PhD |Fred D. Finkelman, MD Cincinnati, Ohio, and Rockville, Md

Fonte: J Allergy Clin Immunol 2020; 145: 907-21.

Introdução: A anafilaxia é classicamente mediada por anticorpos de IgE ligada à cadeia FcεRI, o receptor de alta afinidade para IgE, localizado em mastócitos e basófilos. Este complexo  IgE/FcεRI ativa essas células, induzindo a liberação de mediadores, citocinas e enzimas causadoras da anafilaxia e outras doenças. Demonstramos anteriormente que a anafilaxia mediada por IgE poderia ser prevenida com segurança em camundongos do tipo selvagem com dessensibilização mAb FcεRIα anti-rato.

Objetivo: Este estudo procurou usar camundongos humanizados para estender esses resultados para os seres humanos.

Métodos: Imunizamos ativamente camundongos que expressavam receptor da IgE humano (hu) em vez de FcεRIα de camundongo. Depois imunizamos passivamente camundongos huFcεRIα. Para dessensibilização, usamos anticorpos monoclonais (mAbs) anti-huFcεRIα que ligam ao huFcεRIα, independentemente de sua associação com IgE (mAbs não concorrentes com IgE) e/ou mAbs que competem com a IgE por ligação de huFcεRIα (mAbs concorrentes com IgE) como omalizumabe e ligelizumabe. A anafilaxia foi induzida por injeção intravenosa de antígeno.

Resultados: A dessensibilização rápida do mAb anti-huFcεRIα (mAbs não concorrentes com IgE) foi mais segura e mais eficaz que a dessensibilização com o alérgeno. A anafilaxia foi suprimida mais rapidamente que o omalizumabe ou ligelizumabe (mAbs concorrentes com IgE). Rápida dessensibilização de camundongos com receptor humano da IgE (huFcεRIα) foi induzida com mAbs anti-FcεRIα que removeu com segurança > 98% da IgE do mastócitos peritoneais e suprimiu completamente ananfilaxia IgE mediada. 

Conclusões: A dessensibilização rápida com mAbs anti-FcεRIα pode ser uma maneira segura, eficaz e prática de prevenir a anafilaxia mediada por IgE.

Comentário: Pela primeira vez se vislumbra uma possibilidade de prevenir reações anafiláticas por via medicamentosa.Trata-se de um anticorpo monoclonal contra o receptor da IgE presente em mastócitos e basófilos. O raciociínio é simples: se a IgE não consegue ligar ao receptor ela não desencadeia uma reação alérgica pois a IgE livre, circulante, não faz mal a niguém. Se estes achados forem confirmados em humanos será um grande avanço na prevenção da anafilaxia e provavelmente de outras doenças alérgias IgE mediada. A conferir ! WRF

Dra. Emanuelle Xavier