Tabagismo paterno durante a gravidez e asma infantil

17/06/2019

O tabagismo paterno durante a gravidez também está ligado à asma em crianças. Crianças expostas à fumaça do tabaco de seu pai enquanto estão no útero podem ser mais propensas à desenvolverem asma aos 6 anos, de acordo com um estudo recentemnte publicado Embora a exposição pré-natal ao fumo tenha sido associada a um aumento do risco de asma infantil, não é apenas o tabagismo materno que pode causar danos. Pesquisadores acompanharam 756 bebês por seis anos. No geral, 31% das crianças com pais que fumaram durante a gravidez desenvolveram asma aos 6 anos, em comparação com 23% das crianças sem pais que fumaram. "Fumar é ruim em qualquer momento: antes de o bebê nascer e depois que o bebê nasce.  Muitos pais adiam parar de fumar até que o bebê nasça, mas este estudo ressalta que a exposição pré-natal ao tabaco cria mudanças no sistema imunológico no feto. Portanto é melhor parar quando a família decide ter filhos, mesmo antes da concepção acontecer. "

Dra. Mariane Ladeira